Networking in Everyday Life

Nesta tese, escrita por Bernard J. Hogan, é apresentado o resultado de uma pesquisa com 350 pessoas e entrevistas com 86 usuários de redes sociais sobre seus hábitos online. O autor parte do pressuposto que os debates antigos sobre os efeitos das novas mídias têm focado principalmente no potencial isolador destas redes. Entretanto sabemos que o cenário não é tão triste e simples quanto parece.

A conclusão que o autor chega é que os usuários entrevistados acabam sendo mais acessíveis a partir de outros usuários online, que estão sempre “presentes”, em comparação aos quem têm uma relação mais próxima (familiar, por exemplo) mas que não estão conectados. Isto acontece porque o ritmo de vida está mais condicionado a estas redes e dependem delas para uma relação fluente.

Link para a tese